Escatologia (Parte 10) – O Juízo Final

I.) A Natureza do Juízo
Na história e no tempo, há um julgamento providencial de Deus nas vidas de indivíduos e nações, embora nem sempre se reconheçam como tais. A Bíblia nos ensina claramente que, ainda na presente vida, Deus visita o mal com castigos, e recompensa o bem com bênçãos (Dt 9.5; SI 9.16; 37.28; 59.13; Pv 11.5; 14.11; Is 32.16,17; Lm 5.7).
É manifesto na Escritura que os juízos de Deus no presente não são finais. Às vezes o mal prossegue sem a devida punição, e o bem nem sempre é recompensado nesta existência com as bênçãos prometidas (SI 73).
A Bíblia nos ensina a ter os olhos no futuro, no juízo final, vendo neste a resposta decisiva de Deus para todas essas interrogações, a solução de todos esses problemas e a remoção de todas as discrepâncias aparentes da era atual (Jo 5.27-29; At 24.25; Rm 2.5-11; Hb 9.27; 10.27; 2 Pe 3.7; Ap 20.11-15).

II.) A Ocasião do Juízo
Entre os muitos julgamentos da Bíblia, há três que são geralmente confundidos uns com os outros e são distintos:
1.) O Tribunal de Cristo – Acontecerá quando o Senhor voltar nos ares. Esse julgamento está relacionado com a igreja verdadeira – somente os salvos estarão presentes para a revisão e recompensa pelo serviço fiel prestado (Rm 14.10; 2 Co 5.10).
2.) O Julgamento das Nações Viventes – Acontecerá quando Cristo retornar à terra e assumir o seu reino. Nessa sessão do tribunal todas as nações justas e injustas serão congregadas, quando serão anunciadas as recompensas e as rejeições (Mt 25.31-46).
3.) O Julgamento do Grande Trono Branco – Acontecerá no fim dos tempos, após o reino milenar de Cristo e a última rebelião de Satanás. Todas as almas perdidas serão convocadas a esse terrível julgamento, para ouvir a promulgação da sentença que lhes caberá. Também serão julgados todos os salvos que morreram durante o período do milênio (Ap 20.11-15).

III.) O Julgamento dos Salvos
O julgamento dos salvos, chamado de “Tribunal de Cristo”, não se refere ao estado “salvo” ou “perdido” dos que dele participarão, porque somente os já salvos serão julgados neste evento. Os resultados do julgamento serão ou um galardão por obras aprovadas ou uma sensação de perda por feitos desaprovados (1 Co 3.9-15).
As Escrituras falam de diversas coisas que levam a um galardão: (a) Como despenseiros dos mistérios de Deus (1 Co 4.1-5), o crente tem que prestar contas dessa tarefa; (b) Como administradores de seus bens materiais, serão recompensados segundo a maneira como os tenham usado (Mt 6.20; Gl 6.7; 2 Co 8.12; 9.6); (c ) Como responsável pelas almas dos outros, o crente será recompensado de acordo com quantos ele tiver conduzido à justiça (Dn 12.3; 1 Ts 2.19,20); (d) Como habitamos em um mundo carente, podemos fazer o bem a todos os homens e receber um galardão por isso (Gl 6.10; Mt 10.40-42; 25.34-40); (e) Como sofredores em um mundo mal, seremos galardoados por resistirmos (Mt 5.11,12; Lc 6.22,23; 2 Tm 2.12; Tg 1.12).
Algumas passagens das Escrituras sugerem que as recompensas tomarão a forma de “coroas”. Distingue-se cinco “coroas” distintas em vários textos: (a) a “coroa incorruptível” para aqueles que dominam a velha natureza (1 Co 9.25); (b) uma “coroa em que exultamos” para aqueles que levam outros a Cristo (1 Ts 2.19); (c ) uma “coroa de justiça” para os que amam a vinda de Cristo (2 Tm 4.8); (d) uma “coroa da vida” para aqueles que mantém o seu amor pelo Senhor no meio de tribulação (Tg 1.12; Ap 2.10); (e) uma “coroa de glória” para aqueles que são bons pastores do rebanho de Deus (1 Pe 5.4). Não foi revelado se coroas verdadeiras de vários estilos serão entregues ou se a palavra “coroa” é simbólica, mas, certamente, Deus conferirá com justiça, conforme o que cada pessoa merece.

IV.) O Julgamento dos Não-Salvos
Pode-se ver isto em Ap 20.11-15; 21.8 e outras passagens. Ocorre depois do milênio por ocasião do julgamento do “Grande Trono Branco”. São os não salvos de toda história passada. Está subentendido que seu destino não é nada feliz (Dn 12.2; Jo 5.28,29; Rm 2.5-10).

Visite o Site do Pr Ronaldo em http://www.ronaldoguedesbeserra.com.br

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Escatologia, Estudos Bíblicos, Teologia e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s