Princípios Fundamentais para a Resolução de Problemas

nota-resolucao-de-problemasTEXTO: Gênesis 41.14-40

INTRODUÇÃO
> “Ao enfrentar uma montanha não desistirei. Continuarei lutando até que possa passar por cima dela, encontrar um caminho através dela, um túnel por baixo dela, ou simplesmente permanecer onde estou e transformar a montanha numa mina de ouro! Com a ajuda de Deus!” (Credo dos Pensadores de Possibilidades – Robert Schüller).

TRANSIÇÃO
> Com base neste acontecimento específico da vida de José, podemos aprender alguns Princípios fundamentais para a resolução de problemas.

I.) Dependa exclusivamente de Deus, e não de si mesmo
> Elucidar Gn 41.16
> José reconheceu a sua dependência de Deus diante de Faraó
> Ler Pv 3.5,6.

II.) Ouça o problema com atenção
> Elucidar Gn 41.17-24
> José ouviu pacientemente a descrição do sonho de Faraó, que representava um enigma ou problema a ser resolvido e solucionado.
> Ouça sem interromper, de preferência.

III.) Anteveja os problemas e antecipe-se a eles
> Elucidar Gn 41.30,31
> Ou você pode esperar os problemas acontecerem para se posicionar (e aí talvez as soluções encontradas não sejam as melhores), ou você pode antever os problemas e antecipar-se a eles de forma que poderá evitá-los ou amenizá-los.
> Exemplo de clubes de futebol (decisões de última hora, sem planejamento, feitas no atropelo).
> Você pode pensar nos problemas sem ficar ansioso
> Duas formas de encarar os problemas: ou você os encara de forma negativa e encontra mais problemas (e eles te derrubam) ou você os encara para achar soluções!

IV.) Seja um solucionador e não um promotor de problemas
> José mostrou o problema, mas ato contínuo já apresentou também a solução para o problema
> Interessante que Faraó não o chamou para dar a solução ao problema que a interpretação do sonho traria. José foi chamado apenas para dar a interpretação do sonho!
> Aí está o diferencial que José tinha dos demais: ele era um solucionador e não um promotor de problemas. E isto já deveria ser um hábito na vida de José, pois não foi por acaso que ele foi feito mordomo na casa de Potifar e administrador da prisão onde ficou encarcerado.
> John Maxwell diz que hoje empresas pagam alto para ter pessoas que solucionem problemas! As empresas não querem pessoas que arrumem mais problemas, mas pessoas que solucionem problemas!

V.) Encare os problemas como oportunidades
> José não era bobo! Por que?
> Porque ele percebeu que não deveria dar apenas a interpretação do sonho, mas também a solução. E acredito que quando deu a solução a Faraó ele imaginava que poderia ser o homem ajuizado e sábio que estava propondo que administrasse os anos de fartura e fome!
> Certamente José viu naquela situação uma oportunidade!
> “O problema (oportunidade) pode ser o impulso de que você necessitava para remodelar, reorganizar, reestruturar, rearranjar ou recolocar. As pessoas e as organizações, enraizadas em seus sistemas tradicionais, em geral precisam enfrentar enormes problemas antes de pensarem em mudanças. Cada problema é uma oportunidade de ver algo” (R. Schüller)
> Grande exemplo de Davi: Ele viu o tamanho da testa de Golias!!!

VI.) Concentre-se e decida-se primeiro pela solução; depois concentre-se no custo
> José não disse a Faraó: “Olha, eu vou te dar uma ótima solução, mas quero lhe prevenir que vai ser muito difícil, muito complicado, vai precisar de muita gente envolvida, de muito tempo gasto, enfim, vai ser muito custoso!”
> Não, José concentrou-se na solução
> Nosso problema é que nos concentramos primeiro no custo (de dinheiro, de tempo, de energia, de pessoal, etc). Devemos fazer o inverso!
> “Poder mental, poder financeiro, força e energia, são abundantes no mundo e gravitam como o pó de ferro se ajunta ao redor do imã, em torno das pessoas que têm grandes idéias e que pensam grande” (R. Schüller).

VII.) Trace um plano de ação, dividindo seu problema em partes
> Veja a aula que José deu nos versos 33-36:
– Escolha um homem ajuizado e sábio
– Você não pode cuidar desse processo Faraó, seu foco é outro (especulação)
– Ponha administradores sobre a terra
– Separe a quinta parte (20%) das colheitas dos anos de fartura
– Administradores vão recolher o cereal nas cidades (pontos estratégicos em todo o Egito)
– Construção de vários celeiros maiores e mais apropriados (especulação)
> Como você come um elefante?
> Como você escala uma montanha?
> “Não importa quão grande seja o problema, divida-o até conseguir a menor porção, então resolva-a e depois outra – até que junte as partes resolvidas como se fosse as peças de um quebra-cabeça” (R. Schüller citando Walter Burke).
> Ex. montagem do quebra-cabeças de muitas peças.

VIII.) Busque e aceite ajuda e conselho de pessoas altamente capacitadas para ajudá-lo
> Confira atitude sábia de Faraó – v. 37,38
> Grandes líderes, empresários e políticos cercam-se e/ou buscam conselhos de pessoas altamente capacitadas.
> Leitura é uma grande fonte de sabedoria e inspiração
> Bíblia deve ser nosso grande manual de fonte de sabedoria e inspiração – Js 1.8; Sl 1.3

CONCLUSÃO
> Se tivesse olhado apenas o contexto confuso de seus dias, Jesus não teria exercido seu precioso ministério. Todavia, Jesus aproveitou aquele contexto como oportunidade para mudar a história da humanidade.
> Se Jesus tivesse se concentrado apenas no custo de resolver o problema do ser humano (pois o custo foi dar sua própria vida e verter o seu próprio sangue), nós estaríamos perdidos por toda a eternidade!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra com auxílio do Livro: “Você pode ser quem deseja” de Robert Schuller.

Anúncios

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Série sobre José do Egito, Esboços de Sermões - Sermões Expositivos, Liderança e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s