Ensinos Importantes a partir da Família de Jacó – Série José do Egito (Parte 1)

Jose-do-EgitoTEXTO: Gn 37.1-36

INTRODUÇÃO:
> O livro de Gênesis relata a história de personagens chaves: Adão, Noé, Abraão, Isaque, Jacó e José.
> José é filho de Jacó com Raquel. Jacó era também casado com Lia, irmã de Raquel e tinha como suas concubinas Zilpa, serva de Lia e Bila, serva de Raquel.
> Família de Jacó era uma família desestruturada, desequilibrada (havia clima de tensão):
a. Jacó possuía 2 esposas e 2 concubinas que o disputavam (Gn 29.31 – 30.24)
b. José denunciava o mal comportamento de seus irmãos ao seu pai (Gn 37.2)
c. O problema da parcialidade paterna: Jacó amava mais a José (Gn 37.3)
d. Rúben, o filho primogênito de Jacó, filho de Lia ou Léia, se deitou com Bila, concubina de seu pai, que também era serva de Raquel (Gn 35.22)

TRANSIÇÃO:
> O TEXTO NOS TRAZ ALGUNS ENSINOS IMPORTANTES PARA AS NOSSAS VIDAS:

I.) O PERIGO DA PARCIALIDADE PATERNA
> Motivos da parcialidade paterna:
a. Jacó quando jovem, foi o filho predileto de seu pai Isaque – ver Gn 25.28;
b. Preferência de Jacó por Raquel, a mãe de José
c. José era o filho de sua velhice – v. 3
> Provas da parcialidade paterna:
a. Protegeu mais a José que aos outros filhos em Gn 33.2
b. Deu-lhe uma túnica / vestimenta especial
> Consequências da parcialidade paterna:
a. Os demais filhos de Jacó passaram a odiar José – v.4
b. Não lhe podiam falar pacificamente (já nem sequer o saudavam) – v.4
c. Lhe tinham ciúmes – v. 11
> Aplicação para nós hoje:
a. Os pais devem amar igualmente os filhos e não ter preferências
b. O mesmo tratamento que é dado a um filho deve também ser dado ao outro
c. Notemos que grande instabilidade familiar a atitude de Jacó causou
d. Se você foi vítima, perdoe os pais e os irmãos prediletos para o seu próprio bem !

II.) A BENÇÃO DA OCUPAÇÃO EM DETRIMENTO DO PERIGO DA OCIOSIDADE
> Elucidar v. 2 a – Jacó ocupou a José (ainda com 17 anos), e a todos os seus irmãos com trabalho: apascentar os rebanhos e outros trabalhos provavelmente.
> Os pais hoje deixam seus filhos muito tempo ociosos e isso pode envolve-los com más companhias e em sérios problemas
> Ex. Meu pai me levou para sua empresa quando tinha + ou -11 anos. Terminei 1º e 2º graus, Faculdade de Administração de empresas e maior parte Seminário trabalhando e deu para sobreviver!
> Desculpa de que tem que estudar é perigosa; pode fazer pequenas coisas (ir ao banco, ajudar em casa …)

III.) A BENÇÃO DA PESSOA (FILHO / JOVEM) VOLUNTARIOSA
> Elucidar v. 13 – “… Respondeu-lhe José: Eis-me aqui…”
> Jovens de hoje em dia não querem levantar um dedo para ajudarem aos pais
> Jovens cristãos devem ser diferentes
> É bom ser voluntarioso no lar, no trabalho, na escola, na igreja respeitando-se obviamente os devidos limites. A pessoa só tem a ganhar em ser voluntariosa.

IV.) O MARAVILHOSO CONTROLE SOBERANO DE DEUS
> Ler v. 14-17, 25-30. Podemos observar o Controle de Deus e a Providência de Deus nos seguintes acontecimentos:
a. Os irmãos de José foram de Siquém para Dotã. Se tivessem ficado em Siquém provavelmente teriam matado a José, pois era isso que estavam tencionando fazer.
b. Já em Dotã, depois da intercessão de Rúben, os irmãos de José o venderam a uma caravana de mercadores que iam para o Egito, já que Dotã (e não Siquém) era a rota das caravanas que iam ao Egito.
c. O fato de Jacó ter enviado José para ver como estavam seus irmãos naquele exato momento. Ele poderia não tê-lo enviado!
d. Um homem encontrou José que havia se perdido
e. O fato de o homem não só ter visto, mas também ter ouvido os irmãos de José dizerem que iam para Dotã (ele poderia não ter ouvido!)
f. José não os achou em Siquém. Poderia ter voltado para casa e então não seria morto (neste momento) pelos irmãos, mas também não seria vendido como escravo ao Egito, deixando de dar assim sequência aos propósitos de Deus em sua vida.
g. A ideia de vender José ao invés de matá-lo e a caravana passando exatamente naquele momento! – v. 25-28
h. O fato de Rúben, por Providência de Deus, não estar presente quando tiveram a ideia de vendê-lo v. 29-30
> É maravilhoso quando os propósitos de Deus se estabelecem em nossas vidas de forma que sejamos completamente passivos nos processo – Ex. Vida de José – comentar!
> Ver v. 20 -“… vejamos em que lhe darão os sonhos Ninguém pode impedir os propósitos de Deus !!!
> Nunca devemos duvidar do que possa acontecer e do que Deus possa fazer, como os irmãos de José duvidaram.
> Alguém pode dizer a você: “Isso nunca vai acontecer!”, mas o mundo dá muitas voltas, e estas voltas estão debaixo do controle de Deus!
> Ex.1. Vida de José; Ex.2. Vida do Presidente Lula (em certos momentos da vida jamais imaginou que seria o Presidente!)

V.) A BENÇÃO DA INTERCESSÃO
> Elucidar v. 21-22
> Ao intercedermos por alguém diante de Deus ou diante dos homens, ainda que pareça que não obtivemos sucesso (como no caso de Rúben), algo de produtivo pode acontecer.
> Exemplos bíblicos de pessoas intercedendo por outras pessoas:
a. Jônatas, filho de Saul, intercedendo por Davi junto a Saul (1 Sm 19.4)
b. Abigail intercedendo por seu esposo e servos junto a Davi (1 Sm 25.24)
c. Ebede-Meleque, o etíope, intercedendo por Jeremias junto a Zedequias (Jr 38.9)
> Ao interceder por alguém junto a outra pessoa, você pode ser o instrumento que Deus está usando para estabelecer os seus propósitos soberanos na vida daquele por quem está intercedendo!

sonho-de-josc3a9VI.) A AÇÃO DESTRUTIVA DO ÓDIO. DA INVEJA (CIÚMES) E DA MENTIRA
> Ver v. 4. 5, 8 – Ódio – Sentimento que impele a causar ou desejar mal a alguém; raiva, ira; aversão a pessoa …
> A parcialidade paterna de Jacó foi um dos motivos para que o ódio se alojasse nos corações dos irmãos de José. Mas eles não deveriam ter dado lugar a este sentimento, e isto não os isenta do que o ódio os levou a fazer.
> Você pode até ter motivos aparentemente justificáveis para guardar ódio em seu coração, mas não deve fazê-lo, pois além de prejudicar a você mesmo, prejudicará também a outros
> Condenado nas Escrituras: 1 Jo 2.9; 3.15; 4.20; Pv 10.12; 15.17
> Ver v. 11 – Inveja. Ciúmes – Desgosto ou pesar pelo bem ou felicidade de outrem; Desejo violento de possuir o bem alheio; Cobiçar o que é de outrem.
> Proibido nas Escrituras: Gl 5.19-21, 26; Pv 14.30, 27.4
> Não queira ser o outro, seja você mesmo. Descubra que você é especial para Deus!
> Ver v. 31-32 – Mentira, Falsidade – Afirmar coisa que sabe ser contrária à verdade; enganar.
> Escrituras: Jo 8.44 (Diabo pai da mentira); Ap 21.8; SI 101.7; Pv 12.22; 19.5,9; 21.6
> Considerações importantes. Vejamos:
a. v. 18-20 – A que ponto o ódio, inveja e ciúmes podem levar uma pessoa! Ex. Suzane Richtofen, seu namorado e seu cunhado! A que ponto chegam as pessoas que dão lugar ao sentimento do ódio em suas vidas !
b. v. 23-24 – A arma dos invejosos, dos que armazenam o ódio é a violência, não somente violência física, mas verbal (calúnia) e outros tipos
c. Os invejosos até quando são violentos, mal sabem que suas atitudes más também estão contribuindo para a concretização do propósito de Deus na vida daqueles a quem perseguem. Ex. Saul e Davi; Os inimigos de Daniel; Os opositores de Paulo, etc.
d. v. 33-35 -Os que odeiam e invejam podem submeter pessoas inocentes a um profundo sofrimento!

CONCLUSÃO:
> O perigo da família desestruturada (introdução): quão grandes tristes consequências!
> Gancho evangelístico: Assim como José foi vendido por 20 moedas (siclos) de prata (Gn 37.28) mas em tudo isso havia um propósito soberano de Deus para a salvação de toda a sua família no futuro, assim também Jesus foi vendido por 30 moedas de prata (Mt 26.15) para a salvação das nossas vidas e de toda a humanidade. Receba-o hoje como seu Salvador pessoal !
> Cenas do próximo capítulo: Ler Gn 37.36

Pr. Ronaldo Guedes Beserra – SP, 16.04.03

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Série sobre José do Egito, Esboços de Sermões - Sermões Expositivos, Família e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s