Vencendo a Batalha Espiritual

anyabwile-batalhaTexto: Mateus 4.1-11

Introdução
> Um dos assuntos mais importantes sobre os quais os crentes precisam ter conhecimento, é o que se refere à Batalha Espiritual. Muitos tem sido facilmente derrotados por Satanás por não conhecerem suas estratégias e não não saberem como enfrentá-lo.
> A batalha espiritual, na forma de tentações e provações, deve ser travada, tendo- se consciência de que ela é um teste que Deus permite em nossa existência para que a nossa fidelidade a Ele seja ou não estabelecida.
> “… foi Jesus levado pelo Espírito, ao deserto, para ser tentado pelo diabo” (v.1).
> Deus permitiu que Jesus fosse tentado, e da mesma forma Ele permite que nós sejamos também tentados ou provados.
> Jesus não ensinou: “Não nos deixes PASSAR por tentações”, mas “Não nos deixes CAIR em tentações”.
> Exemplos: José, Jó e todos os verdadeiros e genuínos servos de Deus nas Escrituras.

Transição
(A.T.) “A Batalha Espiritual, na forma de tentações e provações, é uma realidade na vida de cada verdadeiro crente”.
(S.T.) “O texto nos mostra alguns ensinos sobre Batalha Espiritual que todos precisamos aprender para que sejamos vitoriosos como Jesus foi”.

I.) A Batalha Espiritual deve ser travada tendo-se consciência das Estratégias de nosso adversário (Satanás)

1.) Satanás geralmente nos ataca na hora da debilidade, do esgotamento, da fraqueza – v. 2
> Todavia, se cairmos, a culpa é nossa. Mesmo em fraqueza temos condições de resistir às tentações: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar”^ Co 10.13).

2.) Satanás nos ataca através da dúvida – v. 3, 6
> Satanás procura colocar duvidas quanto à nossa salvação, posição espiritual, enfim quanto à Palavra de Deus.
> Satanás colocou dúvida no coração de Eva em Gn 3, quanto à Palavra de
Deus.

3.) Satanás nos ataca usando a Palavra de Deus de forma distorcida – v. 6
> Satanás omite as palavras “em todos os teus caminhos” depois de para que te guardem. A omissão destrói de fato a verdade do original (SI 91.11,12), que não estimula os fiéis a tentarem a Deus arriscando-se desnecessariamente, assegurando-os, entretanto, de que Deus os manterá a salvo onde quer que seus caminhos os levem, desde que sejam obedientes à vontade divina. Ex.: Você não vai passar desnecessariamente num beco escuro, no qual você sabe que se encontram muitos marginais, só para provar que Deus vai te guardar, mas se isto acontecer involuntariamente, certamente Deus te guardará.
> Satanás omite parte da Palavra e a usa fora de contexto.
> Satanás tem agido assim atualmente de forma muito intensa através das seitas heréticas.

4.) Satanás nos ataca oferecendo-nos ajuda para promovermos o reino de Deus – v. 8, 9
> Pode ser que o diabo estivesse se oferecendo para promover o reino messiânico caso o Messias o seguisse, mas aceitar a ajuda do diabo nas atividades do reino seria destruir a natureza íntima do mesmo (destruir a essência do mesmo, visto que o Filho de Deus se manifestou para destruir as obras de Satanás).
> Existem igrejas em que o diabo tem voz ativa, quando as pessoas endemoniadas são entrevistadas. Contam com a ajuda do diabo para promover o reino de Deus !
> Nem Jesus, e nem os Apóstolos jamais usaram de tal prática, e também nunca precisaram saber os nomes dos demônios para expulsá-los nominalmente.
> Alguns demônios impõem condições para sair ! Não devemos conversar, nem barganhar com o diabo. Ele tem vivência, nós o Poder de Deus.

5.) Satanás nos ataca tentando-nos a usar atalhos, procurando nos iludir de que os fins justificam os meios – v. 8, 9
> Depois que Jesus cumprisse sua missão e morresse na cruz, Ele reconquistaria tudo aquilo que o diabo lhe estava oferecendo. Só que para tal conquista, o caminho era o sacrifício, a morte. Satanás estava agora oferecendo-lhe um atalho, estava tentando convencê-lo de que o importante era alcançar a finalidade, o fim, não importando os meios que para isso se utilizassem.
> Será que não temos sido tentados a pegar atalhos e usar de meios incorretos para obtermos aquilo que desejamos ? Refletir: Bênçãos de Deus, relacionamento conjugal, vida profissional, vida ministerial, etc…
> Só para refletir (ou para pensar na cama, como diria Joelmir Beting): Se Jesus cedesse a esta tentação, será que Satanás cumpriria sua palavra ? Se ele é o pai da mentira (como de fato o é) é muito provável que não. Então Jesus teria desagradado ao Pai e ainda não teria obtido aquilo que o diabo lhe prometera. Assim será com aqueles que enveredarem pelo atalho que o diabo oferecer: (1) Terão caído em tentação, desagradando ao Pai; (2) Muito provavelmente ficarão sem o objeto pelo qual caíram.

6.) Satanás nos ataca tentando-nos a colocar as coisas matérias à frente das espirituais, os nossos interesses à frente dos interesses do Reino de Deus – v. 3-7
> Na primeira tentação, Jesus estava sendo tentado a usar de sua filiação divina (de seus poderes como Filho de Deus), para satisfazer uma necessidade material (a fome). Na segunda tentação, Ele estava sendo tentado a usar de sua filiação divina para satisfazer o seu ego (Jesus é tentado a imaginar-se sentado sobre um pináculo do templo com as multidões reunidas no pátio abaixo, provavelmente à hora do sacrifício da tarde, contemplando saltar sobre elas – um salto que no caso de qualquer outro que o tentasse seria suicídio, do qual, porém, sustentado pelas mãos dos anjos ele escaparia ileso. Esta tentação se tornou ainda mais atraente pela linguagem bíblica em que ela foi apresentada), embora Ele só devesse usar o seu poder para propósitos que visassem o estabelecimento do Reino de Deus.
> Muitos crentes hoje dão maior valor as coisas materiais do que às espirituais. Estão lutando, correndo para transformar pedras em pães e deixando em segundo plano o viver de “… toda palavra que procede da boca de Deus” (v.4). Estão se esquecendo de que: “… buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6.33). Ao invés disso, querem que todas as coisas lhes sejam acrescentadas, para depois então, talvez, se sobrar algum tempo, se não estiverem muito cansados, se não coincidir com o dia da final do campeonato brasileiro, aí então buscarem o seu reino e a sua justiça ! Deus tenha misericórdia ! Estão se esquecendo de que: “Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam …” (SI 127.1 a).

Apresentação1II.) A Batalha Espiritual deve ser travada tendo-se consciência das Armas que temos à nossa disposição para vencermos nosso adversário

1.) Satanás é vencido através do jejum – v. 2
> A importância do jejum – o ministério de Jesus começou com jejum (Jesus havia acabado de ser batizado, estava agora iniciando o seu ministério), uma preparação espiritual para a luta contra o diabo.
> Ex.: Josafá apregoando jejum em todo o Judá (2 Cr 20.3) quando os Moabitas e os Amonitas (que aqui representam o inimigo) vieram atacá-los.

2.) Satanás é vencido através da Palavra de Deus – v. 4,7,10
> Jesus dizia: “… está escrito …” Precisamos conhecer bem a Palavra: “Procura apresentar-te a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2 Tm 2.15)
> Ef. 6.17 diz que a Palavra de Deus é a espada do Espírito. Precisamos manejá-la bem. Imagine um espadachim, se ele não souber manejar bem sua arma pode terminar se machucando.
> Precisamos conhecer a Palavra dentro do seu contexto, pois Satanás também a conhece e a usa de forma distorcida, como já vimos.

3.) Satanás é vencido através do uso da autoridade que nos foi delegada-v. 10
> O texto diz: “Então Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás …” (v. 10)

4.) Satanás é vencido através de uma vida cheia do Espírito Santo – Lc 4.1,2
> O texto diz: “Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto …” (Lc 4.1). Jesus venceu pois estava cheio do Espírito, e nós temos estado ?
> Como ser cheio do Espírito ? Oração, Meditação na Palavra, Jejuns, Estar ativo na comunhão da igreja.

5.) Satanás é vencido através da perseverança – Lc 4.13
> O texto diz:”… apartou-se dele o diabo, até momento oportuno” (Lc 4.13).
> Jesus não deixou de sofrer tentações durante o seu ministério, mas Ele perseverou em se manter fiel a Deus: “… antes foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado” (Hb 4.15).
> A maior de todas as virtudes é a Perseverança.Temos sido perseverantes?

Conclusão
> A nossa vitória sobre as tentações depende de nos conscientizarmos com muita atenção das estratégias malignas de Satanás e de usarmos as armas que temos à nossa disposição. Se assim fizermos certamente seremos vitoriosos.
> Repassar os pontos e aplicar segundo o Espírito Santo dirigir! Amém!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Sermões Expositivos e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s