Amor: o Caminho Sobremodo Excelente no Relacionamento Conjugal

Teste-Amor-de-VerãoTEXTO: 1 Co 13.1-8a

INTRODUÇÃO
> Para muitos, o casamento é uma instituição falida. Isto se manifesta por: Divórcios; Convivência por conveniência; Ajuntar-se ao invés de casar-se.
> Alguns dizem: “Vamos fazer uma tentativa, se não der certo, separá”!
> Qual o segredo de um casamento feliz, duradouro, não apenas de aparências, mas realmente feliz ? Resume-se em uma palavra simples de ser falada e difícil de ser praticada: AMOR !
> Aos esposos, a Palavra de Deus diz: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela …” (Ef 5.25).
> Às esposas, a Palavra de Deus diz: “As mulheres idosas … ensinem as mulheres novas… a amarem seus maridos…” (Tt 2.3,4).
> Pode haver uma elucidação dos versos 1-3.

TRANSIÇÃO
> O texto nos mostra as características do verdadeiro amor que é a base, o alicerce para um casamento abençoado:

1.) O amor é paciente – v. 4
> Longânimo – é o espirito constante que nunca desiste.
> Muitas pessoas que tiveram paciência salvaram seu casamento, mas outras que foram precipitadas e impacientes puseram tudo a perder!

2.) O amor é benigno (bondoso) – v. 4
> Significa ser útil, agradável e gentil, mostrar bondade.

3.) O amor não arde em ciúmes (não inveja) – v. 4
> Ferver com inveja.
> Em alguns relacionamentos há marcação cerrada. Deve haver confiança.
> “O ciúmes, a inveja não salvará seu casamento, mas poderá destruí-lo”.

4.) O amor não se ufana (vangloria), não se ensoberbece (orgulha) – v. 4
> Jactar-se, ostentar, inchar-se, encher-se.
> Não o orgulho, a soberba mas sim a humildade para se admitir os erros e se pedir perdão.
> “Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha e não deem lugar ao Diabo” (Ef 4.26,27 – NVI).

5.) O amor não se conduz inconvenientemente (não maltrata) – v. 5
> Não se conduz indecentemente ou de maneira vergonhosa. O amor é respeitoso e não faz nada que possa envergonhar a pessoa amada.
> Maridos que maltratam suas esposas publicamente e esposas que ressaltam os defeitos do marido publicamente.

6.) O amor não procura os seus interesses – v. 5
> O egoísmo gera irritabilidade (ponto seguinte)
> Procurar sempre em primeiro lugar o interesse do cônjuge. Não o que me agrada, ou satisfaz, mas o que o (a) agrada, ou o (a) satisfaz.

7.) O amor não se exaspera (não se ira facilmente) – v. 5
> Irritar, ficar nervoso
> Lembrar dos aspectos do Fruto do Espírito Santo – Gl 5.22
> Por que não uma boa conversa ao invés de uma discussão. As coisas se resolvem pelo diálogo.
> “Melhor é … o que domina o seu espírito, do que o que toma uma cidade” (Pv 16.32).

8.) O amor não se ressente do mal (não guarda rancor) – v. 5
> Não registra o mal, não estoca ressentimento.
> Não permita em seus relacionamentos o seguinte: “… nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe …” (Hb 12.15).

9.) O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade – v. 6
> Em todos os problemas deve-se estabelecer a verdade; deve-se passar a limpo não com base na injustiça, mas sim na verdade.
> A verdade não busca ser aceita sem análise!

10.) O amor tudo sofre – v. 7
> Sofre a dor, as lutas, as tempestades, as ventanias

Amor-amor-amor11.) O amor tudo crê – v. 7
> Crê que tudo é possível (até a recuperação daquela pessoa que aos olhos humanos não tem mais solução)!

12.) O amor tudo espera – v. 7
> Espera a vitória na dor, na luta, nos mares bravios da vida.

13.) O amor tudo suporta – v. 7
> Aguenta pacientemente.

14.) O amor jamais acaba – v. 8
> “… havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará … Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor” (1 Co 13. 8, 13).

CONCLUSÃO
> “O amor é a força mais sutil do mundo” (Mahatma Gandhi).
> Ex. do fermento na massa: aos olhos humanos imperceptível, mas esta operando o seu efeito!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Casais, Esboços de Sermão - Série Casamento e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s