Conselhos e Parcerias: Máximo de Êxito no Menor Tempo Possível

Texto: Pv 15.22

Introdução
> Um parceiro ou conselheiro é alguém que, na hora em que precisamos, pode oferecer conselhos, advertências, sabedoria ou qualquer tipo de ajuda prática na conquista de um projeto, meta ou sonho específico. Pode ser um sócio, um amigo, o marido ou a mulher, um colega de trabalho, um funcionário, um consultor ou mesmo um escritor.

I. As consequências de empreender sozinho
> Fazer qualquer coisa sem a ajuda de conselheiros ou parceiros limitará radicalmente nossas conquistas.

1. Seus planos e metas fracassarão – Pv 15.22
> Os índices de fracasso tanto nos negócios quanto no casamento diminuem em dois terços quando se busca aconselhamento antes do começo do negócio ou de os votos matrimoniais serem trocados.

2. Você cairá – Pv 11.14
> Os aspectos que tornam uma queda física aterrorizante são a impossibilidade de prevê-la, a perda total de controle e ferimentos mais ou menos graves. O mesmo se aplica aqui. Se você não buscar conselhos no seu trabalho, casamento, criação de filhos e finanças estará fadado ao fracasso.

3. Você enfrentará prejuízos financeiros e humilhações pessoais – Pv 13.18

II. As recompensas de uma boa parceria

1. Você realizará seus sonhos, metas, planos e objetivos – Pv 20.18

2. O risco de fracasso diminuirá – Pv 11.14; Pv 24.6
> Salomão sustenta que, para ter certeza de que estamos tomando a melhor decisão possível, necessitamos de muitos conselheiros; não basta apenas um, principalmente em se tratando de uma decisão importante!
> Conselheiros imparciais nos ajudam a enxergar a verdadeira dimensão das coisas.
> Quando o conflito é inevitável, os conselheiros nos ajudam a administrá-lo da melhor forma possível.

3. Quando estiver passando por necessidades, você terá alguém para ajudá-lo – Ec 4.9-10
> Se tivermos um bom parceiro, sempre haverá alguém para nos ajudar e reerguer. Caso contrário, o que seria apenas um revés temporário pode se tornar um fracasso irremediável.

4. Você será capaz de ganhar batalhas que, do contrário, estariam perdidas – Ec 4.12

III. Escolha bem seus parceiros
> Salomão nunca mandou ninguém se associar a qualquer um. Ele nos adverte para nos associarmos apenas àqueles que possuem as qualificações adequadas. Uma escolha equivocada pode transformar sua vida numa agonia, seja no casamento ou nos negócios.
> Sete fatores de risco quando estivermos escolhendo um parceiro:

1. Falta de integridade – Pv 29.24; 25.19
> Um homem desonesto com os outros cedo ou tarde será desonesto com você.
> Salomão está falando sobre aquelas pessoas que sempre buscam justificativas e inventam desculpas para a própria desonestidade. Pessoas que têm o comportamento desonesto como regra, não como exceção.
> Integridade é a principal característica que devemos buscar ao escolhermos um sócio, parceiro ou consultor.

2. Pavio curto ou rancor – Pv 22.24
> Seja gentil e amigável mesmo com pessoas assim. Mas evite qualquer tipo de relacionamento mais profundo com elas.

3. Insensatez – Pv 14.7
> Se nos associarmos aos insensatos, perderemos a capacidade de reconhecer a verdadeira sabedoria.
> Corremos o risco de começar a achar que o insensato está com a razão!
> Cuidado com aquelas pessoas que ofereçam muito por pouco!

4. Bajulação – Pv 29.5; 26.28
> Bajulação em hebraico é igual a “fala mansa”.
> Dicionário da Língua Portuguesa, bajulação = Adulação interesseira. Cuidado!

5. Inclinação a fofocas e exageros – Pv 20.19
> Cuidado com mentirosos, fofoqueiros e pessoas incapazes de guardar segredos. Não busque seus conselhos, não se associe a elas!

6. Menosprezo por regras, normas, leis ou limites pessoais – Pv 28.7
> Cuidado com aquele que pensa e age como se estivesse acima da lei ou que acha que normas e regras servem para os outros e não para ele.

Baseado no Livro “Salomão, o homem mais rico que já existiu” de Steven K. Scott.

Anúncios

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Série Provérbios, Esboços de Sermões - Sermões Temáticos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s