Situações Difíceis: uma Realidade Inevitável

Texto: 2 Crônicas 20.1-4

Introdução
> Pensar em alguma situação muito difícil atravessada por alguém de forma súbita e inesperada. Falar de algum ou alguns exemplos práticos.

Transição
(AT) Situações difíceis são uma realidade inevitável.
(ST) O texto nos mostra alguns ensinos sobre situações difíceis a serem aprendidos

I.) Situações difíceis ocorrem a todos, muitas vezes de modo súbito e imprevisto – 1, 2
> O fato de Josafá ser um rei ou o fato de Josafá ser uma pessoa temente a Deus não o poupou de uma situação muito difícil – todos estão sujeitos a enfrentá-las!
> Muitas situações difíceis surgem de maneira totalmente súbita e inesperada.
> Devemos ter em mente que situações muito difíceis:
– Com freqüência são bênçãos disfarçadas – Jó 5.17; 23.10; 2 Co 4.17; Hb 12.11.
– Podem ser provenientes de Deus – Dt 8.5
– Verdadeiros crentes não desmaiam nas tribulações – 2 Co 4.1,16; Hb 12.5

II.) Situações difíceis acarretam medo – v. 3
> Medo pode ser canalizado de duas maneiras diferentes:
– Negativamente, nos paralisando e prejudicando – Ex. Elias diante de Jezabel (1 Rs 19.1-4); Pedro quando andava por sobre as águas (Mt 14.30);
– Positivamente, nos levando a uma completa dependência de Deus – Ex. Abraão, Josué, Gideão e outros muito provavelmente tiveram medo em certos momentos de suas vidas, mas usaram o medo como uma forma de fazê-lo canalizar para uma total dependência de Deus! Ver Sl 3.6
> Devemos ter coragem para enfrentar os problemas e as situações muito difíceis da vida. Coragem não significa ausência de medo. Coragem é ir em frente e fazer o que tem de ser feito, apesar do medo!
> Ler Pv 29.25; 2 Tm 1.7

III.) Situações difíceis são uma grande oportunidade para se buscar ao Senhor – v. 3, 4
> Muitas dessas situações podem ser até mesmo permitidas pelo Senhor para que o busquemos mais!
> Ver Dt 4.29; Sl 105.4; Is 55.6; Os 10.12.
> Formas de se buscar ao Senhor em momentos de situações muito difíceis:
– Jejum – forma de humilhação, demonstração prática de dependência de Deus. Foi praticado no AT, no NT, inclusive por Jesus. “Tem seu valor como preparação da alma, para que possa exercer suas funções mais elevadas, porque, nesse estado, os apetites do corpo são negados, e esses apetites sempre impedirão as faculdades mais exaltadas da alma. A máxima que diz que a alma brilha mais quanto menor for a atenção dada ao corpo, parece expressar uma verdade, especialmente no que concerne ao jejum e a tudo que diz respeito aos apetites físicos” (R. N. Champlim).
– Ajuntamento solene – No Antigo Testamento, muitas vezes o povo se congregava em ajuntamento solene para buscarem ao Senhor, se humilharem diante dEle, buscando a solução de problemas, renovando os votos, a aliança, etc.

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

Anúncios

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Série sobre Josafá, Esboços de Sermões - Sermões Textuais e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s