Inveja: um Poder Maligno e Destrutivo

Texto: Daniel 6.1-28

Introdução
> “O termômetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes” (Salvador Dali).
> “A força da sua inveja, é a velocidade do meu sucesso!” (Autor Desconhecido).
> “A inveja é a amargura que se sofre por causa da felicidade alheia” (Cícero).
> “Não grite a sua felicidade tão alto, a inveja tem sono leve” (Autor Desconhecido).
> Pv 14.30; 23.17

Proposição
(AT) A inveja é um sentimento que pode se transformar em um poder maligno terrível.
(ST) O texto nos traz alguns ensinamentos sobre a inveja que não podemos desprezar.

I.) A inveja geralmente é endereçada àqueles que se destacam, que têm um espírito excelente, que são pessoas integras – v. 1-5
> Se você tem estas qualidades, não se assuste ao ser vítima de inveja.
> Não se jogam pedras em árvores que não produzem frutos, não se disputa um campo cheio de pedregulhos e não se discute por um poços entulhados.
> Se alguém tem inveja de você é por que você possui algo valioso!

II.) A inveja geralmente se manifesta através de armações, mentiras e conluios – v. 4-8
> Conluio: “Combinação entre duas ou mais pessoas, para prejudicar outrem; maquinação; Conspiração, trama”.
> Ver armação que foi feita contra Daniel. Mentiram quando disseram que “todos” os presidentes e líderes do reino haviam concordado com o decreto. Daniel jamais concordaria com tal decreto, primeiro porque jamais deixaria de orar ao seu Deus e segundo porque tal decreto não traria nada de benefício prático para a vida das pessoas.
> Cuidado para você não se envolver em armações e intrigas, pois a motivação de tais atitudes bem pode ser a inveja

III.) A inveja é uma força que influencia negativamente as pessoas – v. 9
> O rei foi um “inocente útil”. Usaram de bajulação para com o Rei. Deveria ter desconfiado, pois o decreto não tinha nenhum valor prático!
> Muitas vezes as pessoas que estão sendo influenciadas negativamente por pessoas invejosas podem ser totalmente inocentes no processo. O chamado “inocente útil”. É necessário vigiarmos para não sermos influenciados negativamente por pessoas invejosas.
> Para “usarem” o inocente útil, os invejosos geralmente os cercam com bajulações falsas.
> Muito cuidado para não sermos usados como inocentes úteis!
> Isso pode acontecer até mesmo dentro da igreja! Cuidado para não ser cúmplice de pessoas que estão querendo fazer coisas supostamente para Deus, mas com motivações erradas!

IV.) A inveja não pode e não deve impedir uma pessoa de Deus a agir e reagir conforme a vontade do próprio Deus – v. 10
> Como uma pessoa de Deus reage à inveja?
– Daniel não foi tirar satisfação com os invejosos;
– Daniel não buscou uma forma de se vingar dos invejosos (Rm 12.19,20);
– Daniel foi corajoso (Js 1.9); entendia que importava antes obedecer a Deus do que aos homens (At 5.29).
– Daniel orou;
– Daniel deu graças;
– Daniel manteve sua rotina diária (foi constante, perseverante) – não permitiu que toda aquela inveja e todas aquelas ameaças mudassem o seu comportamento, a sua maneira de viver!
> Como você tem reagido diante da inveja das pessoas em relação à sua pessoa?

V.) A inveja leva os invejosos a ficarem bisbilhotando a vida da pessoa invejada – v. 11
> Com as redes sociais de hoje em dia, isso ficou muito facilitado.
> Você tem bisbilhotado a vida de alguém?

VI.) A inveja geralmente se manifesta através calúnias maliciosas – v. 12,13
> Se Daniel não fizesse caso do Rei como os invejosos o acusaram, não seria o melhor funcionário real. Estavam caluniando a Daniel de forma maliciosa.
> Malícia: “Propensão e natural disposição para fazer e proceder mal; maldade; Astúcia e esperteza empregadas com intenção de prejudicar alguém; Dissimulação, dolo”.
> Não permita que a inveja se manifeste em sua vida através de calúnias maliciosas!

VII.) A inveja prende aqueles que, consciente ou inconscientemente, são enredados por ela – v. 14,15
> No v. 14 o rei percebeu que havia sido apenas um “inocente útil”.
> Se você entrar na trama dos invejosos, consciente ou inconscientemente, dificilmente conseguirá se desvincular dela! Então muito cuidado!

VIII.) A inveja geralmente pode acarretar situações muito delicadas para aqueles que são vítimas dos invejosos – v. 16,17
> A própria vida de Daniel correu perigo em função da inveja de seus inimigos! Situações terríveis podem suceder em conseqüência da inveja!
> Se somos ou formos vítimas de inveja e das suas conseqüências, temos de ter em mente que Deus está no controle de todas as coisas e está permitindo isso em nossas vidas para nos provar (ver como reagimos a tudo isso) e para nos firmar, nos dar experiência, nos dar têmpera (Processo que consiste no aquecimento bastante elevado de certos metais, para depois mergulhá-los em água fria, a fim de aumentar a sua consistência e rijeza).

IX.) A inveja e o seu poder não podem resistir ao poder de Deus em dar livramento – v. 18-23
> Interessante a atitude do Rei jejuando por Daniel (v. 18). Enquanto o rei jejuava, certamente Daniel orava e se mantinha crendo (v. 23). A oração, o jejum e a fé são armas poderosas para vencermos a inveja e suas conseqüências!
> Deus é justo e sabe qual é a parte inocente no processo (v. 22)!
> Ainda que Deus permita situações delicadas como conseqüência da inveja das pessoas contra nós, ainda assim, no momento certo, Ele nos dará o livramento.
> Daniel passou uma noite inteira na cova dos leões. Talvez você ainda esteja vivendo esta noite em sua vida. Aguarde, ela vai passar, o dia vai raiar e a ordem para sairmos da cova será pronunciada!

X.) A inveja sempre trará tristes e graves conseqüências sobre aqueles que lhe dão espaço – v. 24
> Deus é amoroso, mas também é justo. A justiça de Deus não deixará impunes os invejosos, seja aqui ou na eternidade.
> Assim como o arrogante, o invejoso colherá naturalmente os frutos de suas ações!
> A própria família dos invejosos também sofrerá conseqüências tristes em função das atitudes e escolhas dos invejosos.

XI.) A inveja dos invejosos se transformará em testemunho dos íntegros quando estes souberem reagir a ela de acordo com a vontade de Deus – v. 25-27
> Daniel soube como reagir corretamente à inveja. Relembrar ponto IV da mensagem!
> A inveja dos invejosos deu lugar ao testemunho de Deus a todo o Império Medo-Persa.
> Se você reagir de maneira correta, Deus é poderoso para fazer isso em sua vida também!

XII.) A inveja jamais impedirá que o propósito de Deus se cumpra na vida daqueles que sofreram com as atitudes dos invejosos – v. 28
> Daniel até sofreu por causa da atitude dos invejosos, mas isso não impediu que o propósito de Deus de prosperá-lo fosse impedido!
> Nenhum tipo de inveja ou armação contra você poderá impedir que os propósitos de Deus se cumpram em sua vida!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

Anúncios

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Série sobre Daniel, Esboços de Sermões - Sermões Expositivos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Inveja: um Poder Maligno e Destrutivo

  1. Ir Daniel Oliveira disse:

    A paz do Senhor Jesus Cristo seja convosco! Parabéns por tão importante explanação sobre um assunto tão atual em nossos dias.

  2. Pr. Paulo Rocha disse:

    Obrigado pastor, vou usar esta série de sermões em Daniel no Grupo de Jovens de minha igreja se o pr. me permitir … Deus te abençoe!!!

  3. Fernando Reis disse:

    Graça e Paz!!! Muito bom o seu artigo. Que o Senhor continue abençoando sua vida. Grato.

  4. jovane disse:

    O DEUS DE DANIEL É TREMENDO E PODEROSO. EU QUERO ESTE DEUS EM TODOS MOMENTOS DE MINHA VIDA.

  5. edvilson disse:

    Graças a Deus pastor, vou conseguir lidar com todos os invejosos que frequentam a minha casa.

  6. Quando Deus quer agir, não tem diabo, não tem inveja; operando Deus quem impedirá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s