O que fazer quando Deus parece ausente?

Texto: Sl 22.1,2

Introdução
> Exemplo de quando a Gabi foi fazer a prova da GV (ela quis que eu a levasse até a sala de prova). A presença dos pais é uma fonte de segurança durante toda nossa existência!
> “Prestamos um desserviço quando falamos apenas da presença de Deus e não preparamos os outros para enfrentar os momentos em que Deus parece ausente” (Yancey citando Nouwen).
> Obviamente Deus está sempre presente, até porque Ele é onipresente, mas há momentos em nossas vidas em que Ele parece ausente – ver Sl 10.1; 13.1; 89.46; Is 64.7; Jr 14.8.
> “A ausência de Deus pode representar um período de provação do qual nem o próprio Jesus escapou” – ver Mt 27.46 (Yancey)

Transição
> Há momentos na caminhada de cada cristão em que Deus parece ausente, distante, inatingível.
> A Bíblia nos revela algumas atitudes a serem observadas quando Deus parece ausente.

I.) Devemos fazer uma auto-avaliação para verificar se Deus está querendo que façamos correções em nossas vidas
> Talvez não seja o caso de fazer correções, mas em momentos em que Deus parece ausente é sempre salutar fazermos um auto-exame para verificarmos se nossa vida está em dia com o Senhor!
> Em um dos momentos da história do povo de Israel em que talvez Deus tenha aparentemente estado mais ausente, ou seja, quando a cidade de Jerusalém e o templo foram destruídos quando da invasão de Nabucodonosor, Jeremias exortou o povo a um auto-exame – ver Lm 3.40.

II.) Devemos buscar ajuda em outros que já passaram pelo que nós estamos passando
> Talvez José (no período de prisão), Moisés (no período de deserto) e Davi (no período em que fugia de Saul e morava em cavernas) tenham sentido a “ausência” de Deus. Notar como eles agiram, o que escreveram (principalmente no caso de Davi, nos Salmos) pode representar grande ajuda nos momentos em que Deus parece ausente.
> Busque escritores que passaram pelos mesmos problemas e situações que você está passando. Você pode encontrar verdadeiras fontes de água no deserto. Temos ótimos livros e autores disponíveis. Isso pode ser de grande consolo e valia – Ver 2 Co 1.3,4

III.) Devemos entender esses momentos como um importante estágio de crescimento espiritual
> Exemplo da relação dos pais com os filhos: quando o filho está aprendendo a andar, os primeiros dias do filho na escola, o primeiro trabalho, a primeira experiência difícil em que o filho não pode contar com a proteção dos pais.
> Tanto José, Moisés e Davi, certamente experimentaram grande crescimento espiritual nesses momentos de aparente ausência de Deus. Ver ainda Jó 42.5.

IV.) Devemos nos apegar firmemente às práticas devocionais
> Devemos se apegar a Deus “com unhas de dentes”, como nunca antes, mesmo que pareça que você está falando sozinho, mesmo que você não tenha nenhum sentimento da presença de Deus. Ore, leia as Escrituras, participe dos cultos (ver 1 Cr 16.11; 1 Ts 5.17; Sl 1.2; Hb 10.25). Esse tempo de aparente ausência de Deus vai passar!
> Trecho do livro “Cartas do diabo ao seu aprendiz” do C. S. Lewis (pág. 233 do livro “O Deus Invisível” de P. Yancey).

V.) Devemos ter em mente que estes momentos podem estar precedendo a chegada de grandes bênçãos
> Em um dos períodos de maior silencio de Deus na história de seu povo, conhecido como Período Interbíblico (400 anos do silêncio de Deus), esta “ausência” de Deus precedeu a maior de todas as bênçãos que estavam por vir: Jesus!
> Mesmo nas vidas de José, Moisés e Davi, estes momentos de aparente ausência de Deus foram prenúncios de grandes bênçãos: José se tornou governador do Egito, Moisés se tornou o líder do povo de Israel e o instrumento de Deus para libertar o povo do Egito e guiá-lo pelo deserto rumo à Terra Prometida, e Davi se tornou rei do povo de Israel!
> Você já enfrentou ou tem enfrentado momentos em que Deus parece ausente. Creia que estes momentos são prenúncios de grandes bênçãos que estão por vir (Jr 29.11; Rm 8.28).

Pr. Ronaldo Guedes com ajuda do livro “O Deus (In)visível” (P. Yancey).

Anúncios

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Sermões Temáticos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para O que fazer quando Deus parece ausente?

  1. jovensdapiec disse:

    Oi Pastor,

    Passei para dizer que seu blog me ajudou a levar a palavra em nossa visita a casa da irmã Adelaide!!! Escolhi o sermão: Avaliando sua Existência, recem pregado na PIEC, mais uma vez Jesus edificou minha vida com essa palavra e tenho certeza que tocou profundamente no coração dos irmãos que lá estavam!

    Abração,

    Suellen

  2. Haury Márcia disse:

    Nossa!!!
    Graças a Deus por esse texto de sabedoria. Esta é a primeira vez que visito o blog e amei estes textos abençoados por Deus. Vou fazer o que estiver ao meu alcance para divulgá-lo pois, assim como tocou em mim um sentimento de paz e tranquilidade irá tocar em muitos e muitos corações. Parabéns Pastor. Que Deus o ilumine. Abraços.

  3. Liana disse:

    Pastor: Quando temos a sensação que estamos no deserto ou (como me sinto atualmente) na cova dos leões, o mais difícil é por em prática “Descansa no Senhor”. Como orar, clamar se não encontramos nem forças para respirar? Suas palavras neste texto ajudam a sustentar a caminhada daquele/a que espera firme no Senhor. Deus o abençoe!

    • Oi Liana, você disse estar se sentindo como se estivesse na cova dos leões. Não se esqueça de que Deus não deixou Daniel sozinho na cova, embora permitisse que ele fosse jogado nela! Você até pode estar em uma situação dessas, mas não se esqueça de que Deus está com você! Um abraço, Pr. Ronaldo.

  4. Adorei a Palavra trazida ontem, ela veio de encontro às minhas necessidades. Que Deus continue usando a sua vida. A Paz do Senhor.

  5. Por favor, confirme se chegou meu comentário.

  6. Ivanete de Lima Cecim disse:

    Olá Pr. Ronaldo, a paz! Graças a Deus pela mensagem deste artigo, que muito me edificou. Realmente todo cristão passa por esta “aparente ausência de Deus”, mas lá na frente vemos o quanto aprendemos nestes momentos de dor. Lembro-me que um dia um cabeleireiro profissional disse certa vez em um programa televisivo à sua cliente: Eu estava ausente, mas estava a controlar todas as coisas. Logo, veio ao meu pensamento as coisas de Deus e foi então que eu li o seu artigo, pois estava a escrever algo no meu devocional. Foi de grande bênção para mim. Deus continue a usá-lo em Suas mãos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s