Como Alcançar a Vida Eterna

Texto: Mc 10.17-31

Introdução
> Catástrofes naturais que têm ocorrido ultimamente: Ciclone em Mianmar (antiga Birmânia) e terremoto na China. As milhares de pessoas que tem morrido são pessoas como nós, com famílias, emoções, sonhos, etc.
> Essas pessoas deixaram de existir? A existência termina com a morte física? Existe vida eterna? Se existe, como alcançá-la?
> Vida eterna significa continuar vivendo por toda eternidade na presença de Deus e nas bem-aventuranças do céu. A Bíblia também fala sobre a morte eterna, que significa continuar existindo por toda a eternidade, atormentado longe da presença de Deus.

Transição
> O ser humano anseia alcançar a vida eterna.
> O texto nos mostra alguns ensinos sobre como alcançar a vida eterna.

I.) A vida eterna não pode ser alcançada por obras, méritos ou esforços humanos – v. 17-20
> Jesus aparentemente está ensinando salvação pelas obras, mas na verdade Jesus está buscando ensinar exatamente o contrário.
> Jesus estava levando o jovem a chegar à conclusão de que apesar de todos os seus esforços, ele ainda não sentia segurança quanto à sua salvação, pois a salvação (a vida eterna) não pode ser conquistada por obras, méritos ou esforços humanos!
> Porque a salvação não é por méritos? Para que ninguém se glorie – Ef 2.8,9
> Falar sobre a parábola do fariseu e do publicano – Lc 18.9-14.
> Como no caso da Lei no AT que serviu para conduzir os homens até Cristo e a salvação pela graça, da mesma forma aqui Jesus lhe ofereceu uma porção adequada da lei para servir de aio, que o conduzisse a Cristo para que ele fosse justificado, não pelas obras, mas pela fé (Gl 3.24).

II.) A vida eterna só pode ser alcançada quando absolutamente nada ocupar o lugar de Cristo em nossas vidas – v. 21,22
> “Você percebe como a simples observância da lei, como os méritos e esforços humanos, por melhor que sejam, não trazem segurança quanto à salvação? Então, uma coisa ainda te falta: tire de sua vida tudo aquilo que tem tomado o lugar de Deus. Dê a ele o primeiro lugar, me siga e você será salvo e terá a vida eterna!” (Paráfrase do que Jesus estava dizendo ao homem).
> Este homem transgredia o primeiro e o maior mandamento, pois suas possessões eram seu deus (Ex 20.3).
> No caso deste homem, o que tomava o lugar de Deus na vida dele eram as riquezas. Essa empecilho deveria ser eliminada e depois o homem deveria seguir a Jesus (v.21) sem o que não poderia herdar a vida eterna.
> Note que vender tudo o que tinha e dar aos pobres não era a condição para ser salvo. Se assim fizesse, ganharia uma recompensa no céu, mas não necessariamente a salvação. Para obter a salvação, além de se desfazer de sua riqueza (que era o que tomava o lugar de Deus em sua vida) ele deveria seguir a Jesus: “… então, vem e segue-me”.
> Ver os versos 28-30, onde Jesus promete a vida eterna (que era o que este homem desejava) àqueles que renunciassem a tudo e a todos (inclusive a si mesmo).
> Ver ainda Mc 8.34-38 e Fp 3.8
> A ordem de vender tudo quanto tinha não é de aplicação universal, mas era necessário para este homem, pois era o que tomava o lugar de Deus em sua vida. Será que existe algo que tem tomado o lugar de Deus em nossas vidas? Se existe, devemos abandonar e renunciar para podermos alcançar a vida eterna!
> O que Jesus lhe disse foi com amor! (v.21). O amor fala a verdade, mesmo que seja dolorida!
> Ver o v. 22. O homem não aceitou a condição imposta por Jesus. E nós, como responderemos a Cristo em relação àquilo que Ele nos manda abandonar para herdarmos a vida eterna?
> Jesus o deixou ir, não saiu correndo atrás! Se não quisermos aceitar as condições impostas por Cristo, Ele também nos deixará ir, não virá correndo atrás de nós. Nós é que precisamos desesperadamente correr para Ele!

III.) A vida eterna só pode ser alcançada pela Graça de Deus – v. 23-27
> Os discípulos estranharam a declaração de Jesus no v. 23, pois nos dias de Cristo as riquezas eram um sinal da benção de Deus. Portanto, uma pessoa rica era supostamente abençoada por Deus e tinha todas as condições de herdar a vida eterna.
> No v. 24 Jesus reafirma sua declaração agora dizendo que não somente os ricos mas também os pobres dificilmente entrarão, e os discípulos ficaram mais assombrados ainda!
> Por que (v.25)? Porque os ricos confiam nas riquezas e não em Deus. Se tornam “auto-suficientes”
> Diante das declarações de Jesus (v. 23,24), os discípulos ficaram se perguntando se alguém poderia ser salvo. Jesus então responde (v. 27) que a salvação para os homens é impossível, só é possível para Deus. O que o homem não pode fazer pelos seus esforços, Deus faz por sua graça.

Conclusão
> Não tente o impossível, ou seja, ser salvo (alcançar a vida eterna) por seus próprios esforços ou méritos. Priorize Jesus como o primeiro lugar em sua vida e se aproprie da salvação pela graça de Deus!
> Teremos muitas surpresas na eternidade (v. 31). Os “primeiros” são aqueles que por causa de suas riquezas, educação, nível social ou talentos, são estimados pelo mundo e às vezes, até pela igreja. Mesmo que tenhamos estas coisas (o que não é pecado se não as colocarmos no lugar de Deus), que não sejamos estimados por as possuirmos, e sim pela nossa dedicação de seguir a Cristo e tê-lo como a prioridade máxima de nossas vidas!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

About these ads

Sobre Cristianismo Total

Cristianismo Total é um blog evangélico que tem como objetivo difundir a fé Cristã, que é a mensagem através da qual o Deus Eterno se revelou à humanidade.
Esse post foi publicado em Esboços de Sermões - Sermões Expositivos e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s